Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

10 dicas para trabalhar em casa - e ser feliz: welcome to my world

17.03.20 | Alice Barcellos

Quarentena. Dia 2. Continuas a trabalhar de pijama e sem horários para nada? Então, estás no sítio certo. Escrevi este texto especialmente para ti - e para os milhares de portugueses que se viram forçados a abraçar uma nova forma de trabalhar, o teletrabalho, telework ou work@home - como costumámos chamar na minha equipa.

Tenho a sorte de trabalhar numa empresa muito fixe que me deu, desde sempre, a liberdade de trabalhar a partir de casa, sendo esta a forma como me sinto mais confortável para realizar as minhas tarefas diárias ao computador. Arrisco-me a dizer que trabalhar de casa é um estilo de vida que pode trazer muitas vantagens, caso consigas adotar rotinas, e que pode, até, aumentar a produtividade, uma vez que tens menos fatores de distração.

Se esta vai ser a tua realidade nos próximos tempos, então as dicas que se seguem podem dar jeito:

1. Tira o pijama

Pode ser visto como uma vantagem para a maioria das pessoas. Ficar em casa e não tirar o pijama. Sim, isso é bom durante o fim de semana, quando não temos horários e não temos nada para fazer. Agora, para quem tem o compromisso de trabalhar em casa, começar a fazê-lo de pijama pode não ser a melhor ideia. Porque, lá está, lembra a preguiça do fim de semana e o que queremos é exatamente o contrário. Toca a bulir! Não é preciso vestir como se fosses para o escritório, mas, vá lá, deixa o pijama só para quando estiver na hora de voltares para a cama.

2. Aproveita a manhã

Não é preciso acordar às 5h da matina, ir correr 10 quilómetros (neste momento, até nem é indicado sair de casa, infelizmente), fazer 100 abdominais, beber um batido verde, tomar um banho e, finalmente, vir para o computador. Nada contra com quem faz isso, mas eu não o faço e este texto é com base na minha experiência pessoal de 10 anos a trabalhar de casa. No entanto, sou mais produtiva durante o período da manhã. É quando tenho a cabeça mais fresca e as ideias mais organizadas. Por isso, gosto de começar a trabalhar cedo. Normalmente, deixo o lado mais criativo do trabalho para a manhã e o lado mais mecânico para a tarde.

3. Sê flexível

Lá está, nem toda a gente é mais produtiva de manhã e nem todos os trabalhos são iguais. Portanto, uma das grandes vantagens de trabalhar de casa é que podes ser mais flexível com o teu horário. Podes experimentar começar um dia às 7h e no outro às 10h e, com isso, vais encontrando o teu ponto de equilíbrio que, como em tudo na vida, é fundamental para seres feliz e produtivo nas tuas tarefas.

4. Faz pausas

É um conselho que todos já ouvimos, principalmente quem trabalha ao computador (). Ficar cinco horas seguidas com o bumbum sentado em frente a um ecrã não é saudável e ceifa a produtividade. "Mas Alice o meu trabalho é muito intenso e não me permite fazer pausas", podem argumentar - eu própria sei bem o que isso é. Não estou a falar de pausas de meia hora a beber café com os amigos ou a fazer scroll nas redes sociais. Estou a falar de pausas de 5 minutos: levantar, mexer os braços, beber água, enfim, pequenos gestos que no fim do dia podem fazer toda a diferença.

5. Tem horários

É bom ser flexível, mas é importante ter um horário fixo para começar e, principalmente, para terminar. Quando trabalhamos em casa é normal estendermos o nosso horário de trabalho pois não temos de sair para apanhar o metro ou o autocarro para voltar. É mais fácil cairmos na tentação de ficar um par de horas a mais ao computador. Não há problema nenhum em fazer isso de vez em quando, mas não faças disto rotina - pode ser muito desgastante. Tem horários para o trabalho, pausas e refeições. Mais uma vez, tenta criar uma rotina equilibrada.

6. Ama o teu escritório

Para mim, é muito importante ter um espaço de trabalho organizado e arrumado. Ter uma boa secretária, confortável e funcional, é essencial para ser produtivo e não ficar com dores nas costas. 

7. Não te esqueças de comunicar com os teus colegas

Trabalhar de casa não significa que estás isolado do mundo. Muito pelo contrário, é importante manter uma boa comunicação com o resto da equipa e existem muitas plataformas hoje em dia disponíveis para trocar mensagens e fazer reuniões.

8. Fecha a porta do escritório

Se é importante comunicar com os colegas de trabalho, é também importante afirmar em casa que estás a trabalhar - do not disturb. Quando estás sozinho, é fácil, mas quando tens mais pessoas em casa, é necessário afirmar: estou a trabalhar, não me incomodem. Nesta fase de quarentena, pode não ser fácil para muitas pessoas delimitar esta "fronteira", contudo, quanto mais isolados estiverem no vosso mundo de trabalho, mais concentrados vão ficar.

9. Mexe-te

Guarda tempo para fazeres uma atividade física. Mesmo sem poder ir ao ginásio ou ao surf (), tenho tentado manter a minha rotina de treinos em casa. Não há dúvidas de que o exercício físico é benéfico para todos e, para quem trabalha maioritariamente ao computador, é fundamental. Mais uma vez, não faltam sítios na internet onde podes ir buscar inspiração e treinos para fazer em casa. Basta ter força de vontade.

10. Sê autónomo

Trabalhar a partir de casa é também um grande exercício de autonomia. Tenta não depender dos outros para tarefas que podes concretizar sozinho, vai atrás das tuas ideias e executa as tuas tarefas com o máximo de independência. O teu trabalho não tem menos valor por estar a ser feito a partir de casa - nunca te esqueças disso.

carl-heyerdahl-KE0nC8-58MQ-unsplash.jpg

Imagem: Carl Heyerdahl / Unsplash. Exemplo de uma secretária de sonho, não é a minha, mas não me importava nada que fosse...

E vocês, como estão a passar por este momento de recolhimento? Quais são as vossas dicas para quem está a trabalhar em casa? Deixem as vossas opiniões e ideias no espaço de comentários

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Alice Barcellos

    20.03.20

    Pois, normalmente, nós sabemos as coisas, mas, depois, na prática, nem sempre conseguimos aplicar. Eu contra mim falo, mas o importante é não desistir. Um dia de cada vez. Grata pelo comentário
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.