Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Cantinho das Aromáticas: para fugir da cidade (dentro da cidade) e conhecer plantas que nos fazem bem

16.01.19 | Alice Barcellos

IMG_2554.JPG

Poderia falar de que esta foi a primeira quinta de agricultura biológica urbana em Portugal, poderia referir os inúmeros prémios que as suas tisanas e infusões já conquistaram, poderia enumerar a diversidade de plantas aromáticas, medicinais e condimentares que podemos ali encontrar, prontas a usar ou em vasos para cultivar em casa.

Poderia dar a conhecer a história do Luís, agricultor de coração, que acreditou neste lugar e fez crescer um projeto vencedor. Poderia falar da simpatia de uma equipa disponível que recebe sempre os visitantes de sorriso estampado. É... poderia escrever uma bela reportagem sobre o Cantinho das Aromáticas, em Vila Nova de Gaia, mas prefiro deixar os sentidos falarem, afinal, são sempre eles que guardam os lugares especiais na nossa memória e provocam vontade de voltar.

O som do vento a passar entre as folhas das árvores tem o dom de me limpar a cabeça e relaxar, tal como o som das ondas a desenrolar na areia. Quando começamos a descobrir o Cantinho das Aromáticas é na fileira de choupos que reparamos, alinhados e elegantes, a marcar o caminho. Se estiverem com folhas e se for um dia de vento, é o som da brisa a trespassar entre as folhas que fica nos ouvidos e nos embala os pensamentos. Em frente, olhamos para um campo aberto onde estão sempre animais a pastar, cavalos, burros ou bois. 

IMG_7939.JPG

IMG_2579.JPG

IMG_2578.JPG

A cor verde é uma constante, mas outras surpresas nos aguardam pelo percurso.

A minha altura preferida é quando podemos apreciar o espetáculo das perpétuas em flor. Não pensem que são apenas roxas, como a maioria das pessoas conhece; são brancas, rosa-bebé e vermelhas, de um vermelho vivo e alegre. 

IMG_7946.JPG

IMG_2560.JPG

IMG_2559.JPG

IMG_8000.JPG

IMG_8015.JPG

Já quase nos esquecemos de que estamos dentro da cidade e continuamos a percorrer o espaço, até que paramos no pombal de pedra do século XII. A construção antiga remete-nos para outros tempos e lembra-nos de que este é um lugar com muitas histórias. A mais conhecida conta que D. Pedro e Inês de Castro percorreram estes campos há muitos e muitos anos atrás (no século XIV). 

IMG_7971.JPG

IMG_7996.JPG

IMG_7992.JPG

Depois de encher a vista com as cores das perpétuas ou das equináceas e a imaginação com histórias do romance proibido mais famoso do país, é altura de descer à terra e de tocar em algumas plantas para sentir o cheiro que nos revelam as nossas pontas dos dedos. O da hortelã-pimenta é o meu favorito. Mas existem muitos outros a conhecer: alecrim, tomilho, lúcia-lima, alfazema, e por aí vai.

É com estes aromas em mente que podemos provar infusões, tisanas ou chás - aqui têm de saber a diferença entre estes termos - ao passar na lojinha da quinta para dar uma vista de olhos nos produtos ali expostos, entre dois dedos de conversa, de chávena na mão.

Regressamos sempre ao Cantinho das Aromáticas. Em família ou com amigos, quando temos alguém de visita e queremos mostrar um lugar especial. Em sintonia com a natureza, sem sair da malha urbana, quando cruzamos aqueles muros de pedra, ficamos com a esperança de que, se houver vontade, o mundo pode ser um lugar melhor.

IMG_7930.JPG

Quando estiverem por Vila Nova de Gaia, não deixem de lá passar.

 

Cantinho das Aromáticas
Rua do Meiral, 508
4400-501 Canidelo
Vila Nova de Gaia

Tlf: 227710301
Telemóvel: 912260714

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.