Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Novembro

24.11.22 | Alice Barcellos

Novembro há-de ser sempre um mês de dor

Dores de crescimento

Porque crescemos à força quando perdemos alguém de repetente

E a vida nos ensina que a morte está sempre presente

Novembro passa devagar entre a chuva que cai

e o sol tímido que aparece e desaparece num piscar

Com sorte, vemos um arco-íris a abraçar o mundo

e ficamos contentes sem pensar

Tudo vai ficar bem, assim se dizia noutros tempos

Ficou? Não, nem tudo, quase nada

Mas o tempo, esse senhor sempre atento, passou,

levando com ele na sua mala de vento, um pouco da dor de novembro

E num piscar já é dezembro

rainbow.jpg

7 comentários

Comentar post