Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

O (meu) verão em pores-do-sol

04.10.18 | Alice Barcellos

Um dos espetáculos mais magníficos que a mãe natureza nos dá acontece quando o sol se retira. O pôr-do-sol é um momento mágico que se pode tornar ainda mais especial, dependendo do sítio onde estamos e das condições meteorológicas daquele dia.

 

Ver o sol a desaparecer no mar, caindo na linha do horizonte, é o pôr-do-sol que considero mais marcante. Tão rápido passam os minutos em que o astro-rei afunda no mar, tão eterna a imagem que guardamos deste momento na memória. Ainda assim, independentemente do sítio, a luz do fim de dia tem a capacidade de deixar tudo mais bonito.

 

Com a exuberância dos tons dourados ou a candidez dos tons pastéis; com a retidão da linha do horizonte ou a multiplicidade de formas criadas pelas nuvens, é sempre uma surpresa aguardar pelas pinceladas que a luz vai dar nesta tela infinita e sempre diferente que é o céu.

 

Enquanto o verão ainda luta contra o outono, antes de reconhecer de vez que está na hora de sair de cena, eu me despeço dele, também demoradamente, com esta imagem de nove pores-do-sol que marcaram a minha estação mais querida. 

 

poresdosol.jpg

 

P.S. I: Temos mesmo de começar a aceitar a ideia de que o verão dura até outubro em Portugal - e eu não fico nada triste com isso.

 

P.S. II: Há quanto tempo não aprecia o pôr-do-sol?

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.