Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

A aula de dança

10.07.20 | Alice Barcellos | ver comentários (1)
Miyuki fazia sempre o mesmo caminho até aos antigos armazéns onde tinha sentido o gosto da liberdade e experienciado a esperança em forma de abraço. Desde aquele dia não conseguia manter-se muito longe do lugar que guardava, ao mesmo tempo, tantas sombras e luz. A (...)

40 pensamentos sobre a quarentena

29.04.20 | Alice Barcellos | ver comentários (11)
Porque já passaram mais de 40 dias que estamos em casa, porque nas últimas duas semanas não tenho encontrado motivação para alimentar o meu blogue, porque me sinto em falta com quem me segue aí deste lado, porque um dia mais tarde vou gostar de reler estas palavras, (...)

Já estou farta disso. Atualizem-me, por favor!

16.04.20 | Alice Barcellos | ver comentários (3)
Números e mais números. Dezenas, centenas, milhares e milhões. Todos os dias, as televisões apresentam gráficos, fazem análises, suposições, avançam com hipóteses e mostram números, números e mais números. Quantos mais foram hoje? Questionam-se os que estão do (...)

Tive uma ideia. E agora?

03.04.20 | Alice Barcellos | ver comentários (9)
Nem sempre é fácil ter uma ideia. Quer dizer, ter ideias é fácil, passamos a vida a tê-las. O que são os nossos pensamentos senão ideias que lutam entre elas em busca do protagonismo no nosso interior silencioso até conseguir sair "cá pra fora" para pôr-nos a (...)

Mostra-me o teu melhor arco-íris

29.03.20 | Alice Barcellos | ver comentários (10)
- Olá, como estás? Como tens passado por estes dias estranhos? Quais são os teus medos e as tuas angustias? O que queres fazer quando tudo isso acabar? Do que sentes mais falta? De quem sentes mais falta? Queria fazer estas perguntas a todos os que estão a experienciar (...)

Sociedade secreta da esperança

23.03.20 | Alice Barcellos | ver comentários (13)
A cidade estava silenciosa, como nunca antes havia estado. Amanhecia e o contorno dos arranha-céus começava a desenhar-se contra a luz violeta. Desde que se vivia em isolamento, ninguém começava o dia antes do sol raiar. As pessoas mudaram as rotinas, muitas trabalhavam (...)

Espelho meu

08.03.20 | Alice Barcellos | ver comentários (2)
Menina, larga este ecrã espelho que o mundo te dá Queima logo o sutiã E não deixe de comer o jantar Menina, não se reduza ao corpo ideal Que uma casa não se faz sem tijolos Ter celulite, estria e dobrinha é normal Ser sexy é saber usar bem os miolos Menina, manda (...)

Desalinho

18.02.20 | Alice Barcellos | ver comentários (6)
Podemos escrever uma história de amor Com apenas uma linha? Que disparate, respondias sempre que eu te fazia esta questão Desalinhada, deixavas-me assim sem chão e eu a tentar equilibrar-me numa linha Sabes aquelas pessoas que fazem vida em cima de linhas finas, lá no alto? (...)