Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

As cartas do meu avô

30.10.20 | Alice Barcellos | ver comentários (12)
Já não recebo mais cartas tuas, avô, e creio que na época não dei o devido valor à relíquia que me chegava, de quando em quando, na caixa de correio. Naquele tempo medíamos o tempo de forma diferente. No compasso de espera de uma carta. Nos números do teclado duro (...)

Casa velha

17.10.16 | Alice Barcellos | comentar
A chuva vai continuar a cair na casa enquanto ela estiver desabitada Nas janelas sem vidraças o vento continua a entrar em pedir licença O mato cresce no jardim e os gatos vadios fazem dele o seu quintal No velho poço de pedra e musgo a água continua a brotar submersa (...)

Agosto

01.08.16 | Alice Barcellos | comentar
Agosto, não me tragas nenhum desgosto Vem antes devagar a desenrolar Nas ondas deste teu mar Porque não há mar como teu Deste mês em que praia é nossa E é de todos sempre quando chegas   Vens quando o verão está a meio Cruzas fronteiras carregadas de saudade Quem (...)

As palavras querem tempo

27.08.15 | Alice Barcellos | ver comentários (1)
Os dias vão passando e elas aguentam. Entre tarefas, teclas e cliques, elas esperam aqui dentro. Vão brotando e querem sair, mas não podem. A semana está quase no fim e vais ganhando aquela angústia miudinha de quem não consegue deitar cá para fora as palavras que (...)

Vamos falar do tempo

27.03.15 | Alice Barcellos | comentar
O peso de notícias tão carregadas dissolve-se nos ponteiros do relógio A hora muda e traz com ela os verdadeiros dias de Primavera que anunciam o Verão a cada crepúsculo mais tardio A vida continua e é preciso adiantar os ponteiros para esquecer as tragédias de Inverno.