Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Poemas de amor

11.02.20 | Alice Barcellos | comentar
Gosto de escrever Poemas de amor Sentir aquela dor dos corações partidos Mesmo que o meu esteja em paz Sem conflitos É sempre bonito passar pelo que o outro passou Imaginar o que tanto o destroçou E tentar com versos sentidos Colar um pedacinho de um coração sofrido (...)

Risco

04.02.20 | Alice Barcellos | ver comentários (2)
Tentamos sempre não cair Viver com os pés no chão e a cabeça levantada Passamos a vida a driblar rasteiras Temos medo do risco, este risco traçado em giz no quadro negro dos anos Escrevemos uma lista das nossas vitórias e das quedas que não demos Vamos andando por (...)

Não dá para voltar atrás

09.01.20 | Alice Barcellos | ver comentários (6)
Chegar até aqui e ver com os nossos próprios olhos o que é isto não se compara com tudo o que nos disseram. É quase como visitar aquele lugar que ouviste falar e viste imagens na internet milhares de vezes. Quando chegas lá e vês com os teus próprios olhos, tens (...)

A guardiã

28.11.19 | Alice Barcellos | comentar
Não me poderia ter calhado melhores donos. Nunca vou esquecer o dia em que eles me foram buscar à casa da minha mãe e, entre tantos irmãos e irmãs, escolheram-me. Chamaram-me Vicky, um nome que assenta bem na minha elegância e raízes escocesas. Mas também costumam (...)

Dia de nevoeiro

31.10.19 | Alice Barcellos | comentar
A cidade acordou pintada de cinza. O nevoeiro disfarçava a feiura dos prédios desordenados e a chuva miudinha, quase etérea, deixava as mulheres com os cabelos em pé e fazia com que as pessoas andassem com os olhos semicerrados. Era difícil encontrar alguém que não (...)