Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Diário de fuga

Na rotina dos sonhos fugimos dos dias

Um ano depois, top 10 de New York

18.01.21 | Alice Barcellos

IMG_2212.jpegDon’t be afraid of anyone. Foi uma das primeiras frases que li quando cheguei a Nova Iorque, faz agora um ano. Estava pintada em algumas das esquinas de Times Square e resumia bem o sentimento que a cidade passa. Ou, pelo menos, que me passou. Não tive medo de ninguém, senti-me segura, senti o respeito a circular ali. Arranhei a superfície da Big Apple e foi o suficiente para me apaixonar.

Não sei se foi sorte ou conjugação dos astros – sendo que não acredito em nada disso –, mas a verdade é que foi uma das viagens mais perfeitas que já fiz. A companhia, o clima, a cidade sem enchentes de turistas, o café – nem sempre bom – a aquecer-nos as mãos enquanto palmilhávamos as ruas numeradas de Manhattan.

O tempo passou, o mundo mergulhou numa guerra, digo, pandemia. Aliás, despedimo-nos do mundo pré-covid em NYC. Os EUA, aos comandos daquele lunático, foram fortemente atingidos, Nova Iorque foi um dos epicentros. Eu tive medo, Nova Iorque teve medo, o mundo teve e tem medo do coronavírus, enquanto muitos líderes políticos mostram toda a sua insensibilidade à vida humana no (des)governo desta crise pandémica. Passamos do don't be afraid of anyone ao embrace the absurd. Quem diria que, durante um ano, o mundo mudaria tanto?

IMG_2519.jpegIMG_2520.jpeg

Faz agora um ano que fiz a minha a última viagem de avião. Não que isso tenha muita importância, mas para quem, como eu, tem família longe, lá do outro lado do Atlântico, pesa. As saudades apertam mais do que o habitual, enquanto esperamos o momento ideal para voltar a comprar um bilhete.

Esperar é um jogo. Os americanos têm aquela expressão que adoro: waiting game. Esperamos, enquanto tentamos não desesperar, vemos e revemos vezes sem conta as fotografias desta viagem perfeita e fazemos planos para as próximas.

Até lá, e para inspirar os corações viajantes que me leem, deixo o meu top 10 de Nova Iorque. Ficará a faltar sempre algo, tal como NY será um destino para regressar sempre que possível.

1. Descer a Quinta Avenida, passando por alguns parques, até chegar ao Washington Square Park. O passeio pode começar no Bryant Park. Paragem obrigatória: New York Public Library. Pode fazer um desvio à Grand Central. Ir tomar o pequeno-almoço à Panera Bread.

2. Passear no bairro de Chelsea: ver a street art, galerias de arte e apreciar os prédios baixinhos, imaginando que poderíamos viver numa daquelas casinhas. Ir comer ao Chelsea Market. Foi um dos bairros com o qual mais me identifiquei.

3. Percorrer o Brooklyn. Ver a vista do Dumbo e ir comer ao Time Out Market. Atravessar a Brooklyn Bridge a pé durante o pôr do sol - parar para tirar muitas fotos do momento.

IMG_2223.jpeg

4. Ir ao MET. Se tiver de escolher apenas um museu para a sua visita, vá ao MET. Tem um espólio impressionante e as salas estão muito bem conseguidas. Não deixe de apreciar os Impressionistas. Se gostar muito de dinossauros, vá ao também ao Museu de História Natural.

5. Passear quantas vezes for possível no Central Park. Para fugir da selva de pedras e encontrar a natureza em plena Manhattan. Tirar uma foto na estátua mais linda do parque, a da Alice no País das Maravilhas .

IMG_2457(1).jpeg

6. Circular por Times Square à noite e deixar-se levar pelas luzes e pelo movimento. Terminar a noite num musical da Broadway. Ir comer fatias de pizza ao Joe’s ou comida italiana ao Carmine’s.

7. Explorar West Village. Descobrir o charme requintado deste bairro. Passar pelo famoso apartamento da série Friends e saber um pouco mais sobre a luta pelos direitos LGBT no Stonewall National Monument. Ir comer ao Peacefood.

8. Caminhar pelas ruas de Williamsburg. Paragem para comer e conhecer um dos restaurantes mais tradicionais de NYC: Peter Luger.

9. Percorrer Lower Manhattan. Ir ao One World Trade Center. Sentir o silêncio no meio do coração financeiro da cidade junto ao memorial às vítimas do 9/11. Subir ao observatório para ter uma vista incrível. Ir comer pastrami ao Katzs Deli.

IMG_2329.jpeg

10. Ir ao Top of The Rock à noite. Para fechar com chave de ouro e ter aquela vista digna de filme, subir ao icónico Rockefeller Center. Explorar a área circundante. Entrar na loja de brinquedos FAO Schwarz e ir buscar um bolo (os brownies são divinais) à Magnolia Bakery.

Para quem ainda não leu/viu, deixo aqui os dois posts que já publiquei sobre esta viagem:

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Alice Barcellos

    22.01.21

    Ainda não visitei muitas, mas esta entrou no meu top de preferidas
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.